Jogo legal em Portugal

Jogos de casino em linha, poker online e apostas desportivas autorizados em Portugal

Jogo Legal Portugal

Regulamento da Liquidez Partilhada aprovado pela Comissão Europeia

10 Abril 2017

A Comissão Europeia aprovou o Regulamento da Liquidez Partilhada – documento que permite ao mercado português de apostas e jogos online a partilha com outros mercados regulados europeus.

Os acordos de liquidez partilhada já estavam em vista desde Novembro do ano transato, quando as entidades reguladoras francesa, italiana, espanhola, inglesa e portuguesa anunciaram o desejo de a ver aplicada aos seus mercados já no ano 2017.

A entidade responsável pela regulação em Portugal – o Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos do Turismo de Portugal (SRIJ) – seguiu essa mesma linha de desejo, enviando, em Janeiro de 2017, o Projeto de regulamento onde definia os Requisitos Técnicos do Jogo Online para a Comissão Europeia; documento que viria permitir que, passados os três meses previstos de “status quo”, Portugal tivesse a oportunidade de entrar em acordos de liquidez partilhada.

Após o envio da versão final deste regulamento para a comissão europeia, a Associação Nacional de Apostadores Online (ANAon) emitiu um comunicado onde referia que o Regulamento dos Requisitos do Sistema Técnico do Jogo Online com Liquidez Partilhada se encontrava num período de status quo até Abril de 2017, não podendo, andes disso, ser publicado o dito regulamento em Diário da República.

Passado este período de “status quo”, Portugal pode, agora, avançar para a aplicação deste tipo de liquidez, procedendo à negociação com jogadores de outras jurisdições. Este avanço no processo faz com que se torne expectável que, a partir do meio do corrente ano, se dê a fusão do mercado nacional com ouros mercados europeus regulados.

Apesar deste avanço ser visto com bons olhos, é necessário recordar que um outro regulamento - o Regulamento dos Requisitos do Sistema Técnico do Jogo Online para as apostas desportivas à cota em que os jogadores jogam uns contra os outros - ou seja, as apostas cruzadas, não teve ainda entrada na Comissão Europeia.

De momento, no nosso país, a única operadora ativa de póquer online é a PokerStars, tendo sido a única operadora do tipo a conquistar a licença legal junto do SRIJ. Na verdade, esta entidade não emite licenças legais de atuação desde o último trimestre de 2016, o que pode ser um indicador de que a entidade esteja, de momento, focada na negociação dos termos da liquidez partilhada com outros mercados em igual situação. A expetativa é ainda alimentada pela procura, por parte da Winamax de funcionários que dominem a língua portuguesa.


Notícias de poker online legal em Portugal

Portugal legaliza spins na sua oferta de póquer online

29 Abril 2021 — Uma nova alteração na lei nacional veio permitir a integração de spins no mundo do póquer online em Portugal. A integração das novas Regras dos Jogos de Póquer Online em Modo de Torneio em Diário da ...

888poker lança bónus duplo de boas-vindas

30 Outubro 2020 — O 888poker é um dos sites portugueses que explora os jogos de fortuna e azar. Conhecido dos portugueses pelas suas oportunidades, principalmente no que diz respeito ao mundo do póquer, esta site conta...

SECOOP 2019 garante prémios no valor de 10 milhões de euros

25 Novembro 2019 — A PokerStars lançou a edição de 2019 do Southern Europe Championship of Online Poker (SECOOP). Esta edição garantiu uma prizepool no valor de 10 milhões de euros, sendo que o MainEvent valia, por si s...

888.pt recebe licença para póquer online

5 Julho 2019 — 888.pt tinha já recebido, em Janeiro do corrente ano, a licença legal que lhe permitia a exploração dos jogos de casino. Desde que obteve esta licença, o site tem operado, sob o domínio da empresa 888...

Todas as notícias das salas de poker legais em Portugal

BacanaPlay
BacanaPlay

© 2021 JOGO-LEGAL-PORTUGAL.PT - Todos os direitos reservados - Webdesign por SIX DESIGN
Avisos legais - Termos e condições - Jogo Responsável - Contato
Jogo-Legal-Portugal.pt em Twitter   Canales RSS

A prática do jogo lucrativo podem envolver riscos graves como as dívidas de jogo, dependência e isolamento social.
É proibida a participação de menores em jogos lucrativos.

-18